Vai negociar? Então mantenha o foco!

Baixar como e-book

É lógico que você vai negociar ! Estamos sempre com chance de negociar e, normalmente, o fazemos desde a hora que acordamos até o momento do merecido repouso; a negociação é o “mote” do nosso dia a dia.

Não acredita ?

Vamos fazer assim: Se você responder sim a qualquer uma das perguntas abaixo eu dou a “minha mão à palmatória” e digo que estou errado.

Meus “pontos de vista” são inquestionáveis?

Sempre que surge uma idéia contrária a minha, eu a assumo como verdadeira?

Sempre que surge uma idéia contrária a minha, eu a assumo como falsa?

Mesmo em uma conversa, eu não exponho minhas opiniões?

Em nenhum momento, penso se estou certo ou errado?

Continuando…

Então pessoal, é importante sabermos negociar e a primeira providência é mantermos o foco no objeto da negociação.

Imagine, por um instante, que está diante de um antigo chefe por quem nutre forte antipatia, tentando fechar um excelente negócio para você e sua equipe. O que você fará ?

Será que existe a possibilidade de recordações amargas e mágoas antigas, pesarem na sua negociação?

Certamente que a possibilidade existe, mas afaste-a. Não deixe que as emoções embacem o seu senso crítico e o bom senso. Tenha em mente, sempre, que está negociando para você e sua equipe e ela confia em você.

Em uma negociação, tome cuidado com os excessos. Não seja excessivamente formal nem, tampouco, totalmente informal. Também não procure dominar a negociação ou ser muito “bonzinho”. Esse discernimento é uma das chaves da boa negociação.

Seja objetivo, seja assertivo nas suas colocações; não “dê voltas”.

Entenda que em um processo de negociação, na realidade, importa como o outro negociador o vê. Meça as palavras que usa, para que não sejam interpretadas erroneamente. Procure, sempre, incentivar o “feedback” do outro negociador.

Nunca, jamais, ressalte os pontos fracos do outro negociador. Você não estará intimidando-o, mas fazendo nascer nele emoções contrárias que dificultarão a negociação.

Abra seu coração, sua mente e, principalmente, seus ouvidos. Se você não sabe ouvir, está na hora de aprender, se quiser negociar bem.

Acompanhe todo o processo da negociação. Se preciso, registre-o por escrito. Não esqueça que a negociação não termina quando o acordo foi selado, mas quando o acordo foi cumprido.

Um grande abraço e boas negociações.

Deixe uma resposta

20 − nove =