Uma questão

Baixar como e-book

Já fui muito de rapapés ao postar uma opinião mas não sou mais. Contudo, tenho questões a serem sanadas.

Quem me conhece um pouquinho, já sabe que não suporto Lula e Dilma. Lula é pessoal, pois me fez acreditar, para seu primeiro mandato, que ia fazer um bom governo. Votei nele. Todos já sabem o que ele fez! Quanto a Dilma, poste do Lula, é por incompetência mesmo. A mulher é muito ruim, em todos os sentidos. Assim, nas últimas eleições, votei no Aécio. Eu falei Aécio, não PSDB. Hoje, não sei se votaria nele, pois achei muito minguada sua atuação pós eleição.

Mas agora, às véspera de uma baita manifestação no dia 15, contra esse governo sem-vergonha que está aí, e pedindo o impeachment da Dilma, algumas questões se colocam e ? pelo menos eu preciso ? precisam de respostas.

Se ocorrer o impedimento da Dilma, o presidente será o Michel Temer? Tudo indica que sim. A não ser que ele também sofresse um impeachment; quando ocorreria uma nova eleição por estarmos na primeira metade do mandato.

Pois então: Michel Temer seria a solução? Ou isso a gente vê depois?

Por favor, não confundam (a minha posição quanto) a manifestação contra toda a podridão que foi e é o governo Lula/Dilma, com tentar dar combustível para o Congresso Nacional causar o impedimento da Dilma. Eu, como todos os brasileiros, quero ela fora, mas acho muito temeroso ter o Michel como presidente do Brasil. Não sei se essa seria a melhor solução.

Aliás, as minhas questões são quase retóricas, pois acredito que ninguém saiba respondê-las.

Entretanto, se alguém se dispuser a me explicar, desenhando se possível, lerei de bom grado. Mas, por favor, com embasamentos sérios.

Deixe uma resposta

dezesseis − 9 =